Últimas postagens

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Outlander - A Viajante do Tempo

   

Olá pessoas! Faz bastante tempo desde minha última postagem por aqui, eu sei. Andei muito ocupada e desanimada. Mas ano novo, novas tentativas e também novas leituras! Comecei o ano com o pé direito nas leituras viu, faz algum tempo que vejo esse título nas redes sociais e nunca me voluntariei a lê-lo, mas depois de uma longa abstinência de leitura resolvi dar essa oportunidade a Série Outlander, diga-se de passagem valeu muuuuuuuuito a pena.
   Pra ser bem sincera o início do livro (bem volumoso) não me cativou muito, mas em determinado ponto da leitura eu simplesmente dei as costas ao mundo real e viajei no tempo junto com Claire. A história se inicia na Escócia onde Clarie e seu marido Frank resolvem passar uma lua de mel pós guerra, já que logo depois de casados explodiu a segunda guerra mundial que os deixou afastados por 6 longos anos, ele servindo ao exército americano e ela como enfermeira. Visitando lugares históricos, revivendo tragédias locais, descansando as mentes e os corpos e tentando gerar um bebê, mesmo conscientes da esterilidade da jovem Claire. Eles já estiveram naquelas redondezas na sua primeira lua de mel e decidem que seria de grande valia para a retomada da união recomeçarem por lá.
   O que acontece de diferente nessa segunda lua de mel é que eles descobrem um lugar onde "bruxas" locais se reúnem para saudar as passagens das estações e para descobrir se algo ficou para trás durante o último ritual Claire volta ao local e se depara com uma fenda no tempo... ela retrocede 200 anos... e então eu te digo: respire fundo que o livro vai te deixar louuuucaaaaaaa(o)!!!
   São muitos acontecimentos, embates familiares, desavenças de clãs, disputas por terras e tudo o mais típico das histórias com enredo medieval, porém também nos debatemos com uma história de amor que vai paralisar a nossa protagonista no passado, mesmo amando Frank e imaginando o desespero que ele deve está passando Clarie começa a esmorecer nas tentativas de retornar ao seu tempo original, pois um amor avassalador surgiu de maneira intempestiva na sua vida. Acreditem, um antepassado de Frank passa ser o seu maior inimigo e perseguidor obrigando-a a casar para se proteger de sua tentativa de investigá-la e que com certeza a levaria a tortura no final. E é assim que ela se casa com Jaime Fraser, um homem deslumbrante, pobre, corajoso e louco por ela.

"-Sempre me perguntei porque você permaneceu virgem por tanto tempo. Todas as garotas de Lallybroch são feias, então?
- Não - disse ele, estreitando os olhos para o sol da manhã. - Foi principalnente por culpa de eu pai. Nós caminhávamos pelos campos no final da tarde, às vezes, ele e eu, e conversávamos sobre muitas coisas. e quando cheguei a idade em que isso era uma possibilidade, ele me disse que um homem tem que ser responsável por qualquer semente que plantar, porque é seu dever proteger uma mulher e cuidar dela. se eu não estivesse preparado para isso, não tinha o direito de sobrecarregar uma mulher com as consequências dos meus próprios atos."

  Cercados de inimigos por todos os lados o casal Fraser vai atravessar tormentas inimagináveis, esteja preparado pra cenas chocantes e de embrulhar o estômogo. Clarie será envolvida por um amor louco que fará com que tenha forças para enfrentar as maiores perversidades que o cretino Black Jack Randall foi capaz de cometer, em nome do amor? Do desejo? Ou da pura maldade?
  Fala sério meu povo, o livro é espetacular!!! Gente eu conheci o monstro do lago Ness (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk), to bem mais entendida de ervas medicinais e agora tenho obrigação de juntar uma grana e conhecer a Escócia! O livro te deixa com os olhos cheios de lágrimas diante das mazelas e crueldades, te deixa rindo a toa com as piadas daqueles homens brutos e sem pudor e te deixa transbordando de expectativas pela próxima página. Sem falar que essa capa que a Saída de Emergência providenciou... espetacular!!! Acho muito lindo, imagino essa cena exatamente assim, o mesmo lugar em tempos tão diferentes...
   Trata-se de uma séria bem extensa, oito livros e o último ainda não foi traduzido. Espero que a autora consiga me manter ligada e apaixonada em todos eles. Então super indico a leitura, é bem extenso mas deixa você flutuando, o livro acaba e você se sente na obrigação de estar com o volume dois em mãos.


Raíssa Carvalho

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

As Memórias de Cleópatra - A Filha de Ísis





  Oi turminha, estou de volta aqui no blog e agora pra falar de um livro que terminei ontem a tarde. Fazia dois anos que esse box estava na minha estante, acreditam?! Ganhei de presente de aniversário e simplesmente fui priorizando outros... Daí essa semana olhei fixamente pra ele e me decidir! Ótima escolha essa, o livro era tudo que eu esperava, riquíssimo em detalhes do jeitinho que eu amo.
   Os romances históricos ocupam lugar privilegiado no meu coração e na minha estante. Sempre que vejo um me derreto toda e quero comprá-lo, acho bárbaro o poder de reviver o passado mesmo que com pitadas de ficção (obviamente que ninguém vive sem fantasiar). Assim com a leitura desse primeiro volume eu revivi a infância e os primeiros anos do reinado de Cleópatra VII, a rainha do Egito que gerou muitas histórias e que nunca saberemos se são da imaginação de quem conta ou a realidade vivida por essa mulher soberba. Uma coisa podemos afirmar: ela deu o que falar!!!
   O livro é extenso e denso, porém a leitura flui com tranquilidade. Repleto de detalhes sobre tudo que se passa e todo o ambiente que cerca os personagens. Quando iniciamos a leitura conhecemos a Cleópatra criança convivendo com seu amado pai e seus irmãos não tão amados assim, crescemos com ela através de suas aventuras, sua determinação em vencer seus medos e em se desafiar intelectualmente, sem sombra de dúvidas desde pequena ela tinha o dom para a diplomacia e soberania, vemos uma menina jovem que tem raciocínio rápido e consciência de que não está sozinha no mundo e para governar é preciso se comunicar com o restante do globo, pra isso se torna poliglota.
   Um reino preenchido de traições vai eliminando os primogênitos que teriam real direito ao trono, ela seria a terceira na linha de sucessão e foi a escolhida de seu pai, quando por fim os Deuses o levam Cleópatra já era instruída e treinada ao trono. Porém teve que se afastar de Alexandria para participar de um ritual muito importante de seu reino, que é a consagração do novo touro Ápis que será a personificação de Ptah, ela é traída por seus irmão que tomam o poder. Ela fica isolada por dois anos tentando uma maneira de retomar o trono e é nesse contexto que a expansão e guerra civil romana leva César até o Egito e conhecemos aquela história da rainha egípcia que chega enrolada num tapete aos pés de César.
   Assim inicia a história de amor avassaladora que escandalizou oriente e ocidente. Cleópatra engravida de César, porém esse filho nunca será reconhecido como legítimo e isso irá atormentá-la eternamente. Esse amor a levará a Roma para comemorar os Triunfos de seu amado e por lá ficará durante quatro longos anos até que é chegado o momento de partir, o assassinato de César não lhe dá mais motivos pra permanecer numa terra tão oposta a seus costumes, onde o desprezo e culto a morte por diversão se faz presente em todos os momentos.
     Vivemos bons anos ao lado da rainha mais famosa que o Egito já teve, sua beleza tão comentada nos é mostrada, acentuada pelas vestimentas leves e finas que o calor daquela terra exigia, além é óbvio do culto ao corpo tão evidenciado na cultura grega que naquele momento era difundida junta com a Egípcia, afinal nesse período o governo do Egito era em Alexandria, obra de outro personagem tão marcante da história Alexandre, o Grande.
   O livro é extenso, repleto de informações, conheci bem mais dos costumes do Egito daquele período de transição e mudanças, assim como pude perceber a diferença drástica entre aquele povo e os Romanos com sua sujeira e descaso com a vida, sua sede ilimitada por glórias. Tudo isso contado de forma esplendorosa, com romance, com guerras, com detalhes de vestimentas e costumes. Perfeito! 
O box é composto por três livros, estou iniciando a leitura do segundo e em breve posto a resenha dele aqui pra vocês. Espero que tenham gostado e complementem com seus comentários.

Beijo grande,
Raíssa Carvalho.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Boneco de neve




    Olá galera! Estou de volta pra falar de um livro alucinante!!! Esse fez meu psicológico e meu coração trabalharem numa velocidade avassaladora, mistura investigação policial com um terror na medida certa (sou medrosa, então me arrisco pouco nos livros de terror). Tenho certeza que alguns de vocês já leram essa maravilha e conto com isso pra gente debater essa história genial.
    Então, esse livro dá umas idas e vindas no tempo pra que a gente tenha conhecimento dos fatos por completo o que realmente nos obriga a ler com atenção e minúcia de detalhes, não é aquela leitura onde é possível "pular" qualquer parágrafo já que o final ou o próximo passo é evidente sabe, isso me deixa super eufórica, perco a fome e o sono, fico tão instigada pela leitura que chego ao nível anti-social. O primeiro capítulo (ano de 1980) é contando um dia pós médico de uma mãe com seu filho, o que acontece na saída do consultório não é lá muito comum, a mãe precisa fazer uma visita a um amigo e o filho não pode de forma nenhuma contar isso a seu pai (porque será?!), a criança fica no carro enquanto uma despedida um tanto picante ocorre dentro da casa já que o amante vai embora e eles não fazem ideia de quando se encontrarão novamente. quando retorna ao carro a mãe encontra seu filho muito assustado com uma mensagem na ponta da língua e um frio assustador...
    Passado esse capítulo você fica sem entender nada, ou acha que já sabe de tudo, não confie tanto em seus instintos nesse livro. Vamos para uma nova etapa da história (2004) onde conhecemos o personagem principal dessa trama, Harry Hole, o inspetor da polícia de Oslo. Tem fama de carrancudo, cara de poucos amigos, mania por serial killer e competente. Nosso amigo inspetor será chamado para averiguar o desaparecimento de uma mulher que sumiu no meio da noite enquanto seu marido viajava a trabalho e seu filho dormia, em frente de sua casa encontra-se um boneco de neve que ninguém sabe quem fez.
    Esse caso será unido a mais alguns, sempre com as mesmas características: casada, mãe, desaparecida, boneco de neve. Harry começará a ligar os pontos e a correr contra o tempo para que o assassino, agora apelidado de Boneco de Neve, seja preso. Ele tem como assistente a novata Katrine Bratt, uma mulher de extrema sensualidade que foi transferida recentemente para seu departamento, mas não é só essa a qualidade de Katrine, ela é de extrema perspicácia, igual a ele. Dupla perfeita.
     Muitas histórias se misturam nessa trama, o caso mal resolvido de Harry Hole com a não menos linda Rakel, onde a completa fixação do inspetor no seu trabalho impede o desenvolvimento saudável de um relacionamento normal, mas não impede de jeito nenhum na paixão avassaladora que sentem um pelo outro e muito menos na comunhão de almas dele com Oleg, o filho de Rakel. Então vamos conhecendo cada personagem com afinco, vamos ter algumas novas voltas no tempo com mais dados para serem acrescentados na história e vamos sentindo medo... Medo porque as passagens do assassino pelas páginas são arrepiantes, a sua maldade é palpável.
      Aqui vamos encontrar romance, sensualidade, terror, detalhes ricos quanto as personalidades dos personagens, a descoberta de novos elementos que devem ser somados a investigação a cada página virada. Elos são encontrados entre os assassinatos violentos dessas mulheres, algumas sem os corpos encontrados, porém com a morte decretada devido as situações.
    Tentei inúmeras vezes alguns palpites sobre o real culpado, fracassei. A história é muito bem amarrada, contada com gás e riqueza de detalhes. Os personagens são cativantes, daqueles que nós temos a sensação de que realmente conhecemos. E quando vamos chegando no final o choque pela descoberta é real, como também a insatisfação pelo fim de uma leitura tão prazerosa... Agora preciso urgentemente de alguém pra debater comigo o último parágrafo do livro, gente o que foi aquilo? Teremos continuação? Para quem vai começar a leitura e tem uma mania parecida com a minha de ler as últimas linhas, eu alerto que não faça isso, vai perder a graça.

Bem é isso, leiam urgente, furem a fila de leituras em espera!

Raíssa Carvalho.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

O príncipe de Westeros e outras histórias



  Olá garotada! Hoje eu trouxe o queridinho do momento, faz um tempo que eu estou com esse livro. Parece que depois que eu comprei ele o destino armou um complô contra mim e não me dava tempo para lê-lo!!!! Mas lutei e consegui (não sou dramática tá?!). O que acontece é que comprei esse livro pensando em um conto especificamente, mas claro que queria ler todos e tinha certeza absoluta que iria amar todos eles, ledo engano. Li tudinho na ordem, ansiosa para chegar ao meu queridíssimo Bast (esperei muuuuitoooo por esse conto) e o caminho pregou umas armadilhas, simplesmente alguns contos não me facilitaram a leitura, não curti.
   Veja bem, eu gostei da maioria dos contos, mas realmente alguns não fazem meu gênero, posso citar aqui como meu maior espanto o conto do Neil Gaiman, Como o Marquês recuperou seu casaco, gente do céu que conto tedioso. Eu nunca tinha lido nada desse autor, mas ele é muito bem comentado, muito lido, agora fiquei triste porque perdi um pouco a vontade de ler algo dele... Nesse conto ele criou animais que vivem em tribos divididas por espécies onde alguns são rivais de outras e possuem talentos bem distintos. E nessa fantasia eu não consegui me prender, li um poco por obrigação, fico triste em dizer isso.
   Outro conto que não me agradou de jeito nenhum foi o Em Cartaz de Connie Willis, uma mistura de suspense e romance num prédio de cinema, uma confusão louca e que me prendeu pouco. Também não conhecia o autor e achei o título curioso, não que o conto seja péssimo, mas não me cativou.
   Mas vamos lá, a maioria dos contos são sensacionais, vou citar dois fora os meus queridinhos: A caravana para Lugar nenhum de Phyllis Eisenstein, nossa aqui eu me encontrei. A história fala de um bardo com poder de teletransportar-se para lugares onde já esteve ou que estejam dentro de sua linha de visão, ele é chamado a participar de uma caravana que atravessa um deserto com destino a uma cidadela que poucos conhecem devido ao trajeto sinistro que deve ser percorrido. Existe suspense no nível certo, traição, loucura e pra contrariar as expectativas nadinha de romance!!!! Indico mil vezes!
   Qual é a sua profissão? de  Gillian Flynn foi o outro que teve uma pegada muito show no meu gosto pela leitura. Um terror sem conclusão, daqueles que não é possível definir quem realmente está mentindo, que quando acaba de ler você tem que ler duas vezes as ultimas páginas para ter certeza que entendeu bem o final. Aqui temos a história de uma garata de programa diferente que pra sair dessa vida tenta se tornar uma charlatã do misticismo, mas o tiro sai pela culatra e ela cai numa trama realmente perigosa. 
   Essa coletânea reuniu 10 contos e uma introdução mais que especial, pois foi feita pelo digníssimo George R.R. Martin (S2). Então vocês podem ler bem rapidinho já que os contos são curtos e em sua maioria são excelentes, leitura agradável e sem tédio. Como eu disse no começo eu comprei esse livro especificamente por causa de um conto, o do Patrick Rothfuss, A árvore reluzente. Gente para tudo, que homem iluminado é esse?! O conto é sensacional!!! O Bast é a estrela da vez e nós vamos conhecer na íntegra a rotina de um dia comum de sua vida na Hospedaria Marco do Percurso. Eu fiquei muito feliz devido a grande expectativa que criei para esse conto, ele ainda conseguiu superar todas. O Bast continua sendo um personagem enigmático e carismático, mas agora a gente tem uma convicção do seu jeito matreiro e de seu bom coração. Aplausos, Bis e nota mil!!!!
   Pra finalizar o livro e a resenha temos o conto que batizou a coletânea, O príncipe de Westeros ou o irmão do rei do vilão assassino de personagens e mais amado dos últimos tempos George R.R. Martin. Confesso que não esperava gostar desse conto, fiquei muito tempo presa a Crônica de Gelo e Fogo e achei que estava enjoada, nossa como errei... Que conto bom!!! O nosso horizonte se abre e muitas coisas do passado de Westeros e do início da guerra são esclarecidas, canalhas são apresentados e um fica na memória. Sem dúvida a leitura é imperdível. 
   Como foi dito na introdução, todos gostam de canalhas, boas histórias trazem canalhas e eles podem sim ser amados por nós! 


Raíssa Carvalho

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

O caminho certo


Imagem retirada da campanha da Amazon.

    Olá turminha! Faz algum tempo que não apareço por aqui, mas saibam qude não é por falta de vontade, mas sim o tempo que anda trabalhando contra mim hehehe. Faz um tempinho que nas minhas investidas na fanpage eu conheci uma menina fofa que acabou de publicar um romance e dessa amizade surgiu nossa parceria. Então hoje eu vou contar aqui pra vocês a minha opinião sincera (sempre serei franca) sobre seu romance e sua escrita.
    O nome do livro é "O caminho certo" e trata-se da história de uma jovem chamada Paloma que começa a nos contar sua história no dia em que completa 18 anos. Paloma é uma garota super linda e super mimada, a riqueza fez dela uma pessoa esnobe e sem interesse nos sentimentos alheios, a vida social super badalada era o suficiente pra se achar a garota mais feliz e sortuda do mundo. Acreditando viver em meio a família perfeita ela é surpreendida com uma tragédia que abala todos os conceitos de felicidade que existiam em sua mente pequena. É a partir do descobrimento da morte de sua mãe que Paloma sente na pele a intensidade da verdadeira dor e quando pensa que tudo estava ruim ela ainda é desprezada pelo pai que aparenta não sofrer com a perda da esposa.
    Comecei a ficar viciadinha no livro, vejam bem, eu não sou muito adepta a romances, esses com sofrimento em sequência, muito amor e dor, muito choro e muito desejo, mas sou curiosa gente!!!! E a Ana amarrou direitinho minha atenção. Paloma vai passando por poucas e boas, as noitadas recheadas de álcool, o diário que sua mãe deixou, a ausência do pai, a conquista de amigos inesperados e verdadeiros e por fim o desejo adolescente. Nada fora do comum, tudo que encontramos nos romances desse estilo, mas tem uma escrita confortável, bem sustentado.
    Agora pensem na minha surpresa ao me deparar com uma personagem com o meu nome?! isso mesmo, pena que ela é uma vadia! Existe uma Raissa no livro que executa o papel da ex que foi uma tremenda vigarista, essa menina feriu com força e brutalidade o coração de alguém (ela não condiz com a doçura desse nome! rsrsrs). Primeira vez que encontro uma xará em uma leitura! Amei!
    Em alguns momentos eu senti falta de mais explicações e de maiores detalhes, nada muito prejudicial ao entendimento da história, mas que na minha visão de leitora viciada faltou. Como por exemplo a relação dela com Fernando, senti falta de um desenvolvimento melhor dessa amizade, achei que foi muito "instantânea" a confiança dela nele. Assim como o final, onde em meio a uma cena super romântica uma ligação é recebida e nada nada explicada (é óbvio que eu entendi que terá continuação, mas achei que deveria ser insinuado um pouquinho o que se tratava).
    Exatamente gente, esse livro fofíssimo terá continuação, pois outro casal (estou torcendo por isso) está prestes a se formar!!!!
    Bem, muitas coisas acontecem, um amor arrebatador entra na vida dessa menina, mas nem tudo serão flores nessa parada, decepção e desejo esquentarão a leitura, eu garanto! Final feliz faz parte de todo romance que se preze (as vezes também uma dor avassaladora) e nesse livro teremos um "final"... feliz?... Ah gente! não vou contar aqui neh? Vocês terão que ler!!!!
    Então é isso, para os apaixonados por romance, por lágrimas durante a leitura, por cenas insinuantes e por casais loucamente apaixonados ficarão fãs desse aqui!!! Ana Martines você está de parabéns!!!

Raíssa Carvalho

terça-feira, 7 de julho de 2015

[Quotes]: Uma pequena casa de chá em Cabul

Oi turma! Blog com visual novo exige postagens novas não é mesmo?! Então decidi criar essa pagina aqui com os quotes que eu julgar mais legais dos livros que eu for resenhando. Como o último livro que eu li e resenhei foi super especial resolvi estrear com os quotes de "Uma pequena casa de chá em Cabul".

Esse quote eu retirei de um momento bem bonito do livro, quando algo bem difícil e bom se realiza. Um mundo onde tanta dor é comum, algo bom é avassalador.


Aqui temos um trecho que faz parte da memória de uma das personagens, algo que sua mãe lhe disse anos atrás e que agora viria justificar suas ações.



Esse quote finaliza as minhas impressões sobre esse livro marcante, detalhes de um cotidiano violento, porém rico de costumes, de amor, de descrenças no amor e de força.


Gente de maneira nenhuma esses recortes encerram a genialidade do livro, mas foram os que eu elegi para instigar vocês a lê-lo. Espero conseguir. Podem salvar as imagens e compartilhar nas redes socias, só peço que deixem um recadinho avisando que pegaram.

Beijo bem grande,

Raíssa Carvalho.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Resenha: Uma pequena casa de chá em Cabul


  Olá turminha, faz um tempo que não movimento o blog, mas tenho um motivo bem justificável *...* estive relendo a saga Harry Potter, nossa gente, acho que não existe nada escrito no mundo que vença meu amor por esse personagem e muito menos  a minha admiração por sua criadora. Bem, ausência justificada, passo a minha resenha do momento.
  Eu não sei se isso acontece com vocês, mas as vezes eu tenho aquele impacto visual com determinadas capas e títulos, algo difícil de explicar, simplesmente a capa me compra (rsrsrs). Então em meio a umas pesquisas na internet me deparo com a capa mais linda e sofisticada que vi nos últimos tempos, nossa foi muito amor. Simplesmente tenho uma queda por temas que envolvam civilizações orientais, amo conhecer essas culturas e viajar nas suas paisagens, daí chego na sinopse e me derreto, demoro a comprar e demoro pra iniciar a leitura, mas quando começo... foram duas noites.
Fazia um tempo que nada me encantava tanto, e esse livro preencheu as minhas exigências, me levou a lugares desconhecidos, cultura e costumes novos, personagens com histórias contagiantes, me fez chorar e me fez sorrir. Tudo nas devidas proporções pra satisfazer meu coração de leitora e pra justificar minhas 3 horas de sono nos últimos dois dias.
  Sunny é uma americana que desistiu de sofrer com seu passado e decide tentar vida nova ao lado de seu namorado Tommy nas terras calmas de Cabul (me perdoe a piada). Ele se envolve na guerra por dinheiro e passa muito tempo longe e incomunicável, ela decide se ocupar e passa administrar uma casa de chá, um local aconchegante onde patriotas e estrangeiros possam sair por algum momento daquele mundo assombrado com o retorno do Talibã. Negócio bem sucedido, porém Sunny vive numa solidão comum a muitos de nós, aquela em que você vive rodeado de pessoas, mas sem ninguém. É quando a vida de Yasmina encontra a dela, uma jovem vendida para pagar uma dívida de família, mas que foi jogada na estrada quando sua gravidez é descoberta, num país onde uma viúva não pode estar grávida já que não pode provar que seu falecido esposo seja realmente o pai.
  A partir desse momento nossa leitura vai desvendando os mistérios do Afeganistão, suas particularidades e seus costumes tão distintos do nosso mundo ocidental. Sua pouca compaixão com suas mulheres, a pouca ou quem sabe nenhuma liberdade dada a elas. O tráfico sexual, os crimes morais pelos quais são apedrejadas até a morte ou trancafiadas em prisões sem colchão, comida ou espaço sequer pra se locomover. É quando o mundo de Sunny recebe mais duas amigas que de formas diferentes se misturam na sua vida de modo avassalador. Isabel, uma jornalista que sofreu na pele a violência sexual que muitas mulheres são obrigadas a passar, mas que percebe que isso virou um motivo de luta e não de dor. E Cadence uma beldade que se ilude com um bem sucedido e falso afegão, mas que tem a coragem de uma leoa e o conhecimento que poucos naquele mundo tem.
  A história do livro vai nos envolvendo e mostrando as facetas daquele povo que tem que “aprender” a viver com explosões a qualquer hora do dia e da noite , mas também nos aponta as razões para que muitos estrangeiros busquem um canto em meio a guerra. Conhecemos a dor e as dúvidas que permeiam os corações daquele povo, de homens que amam suas mulheres e que não interpretam o Alcorão como um livro de ensinamentos de tortura e descaso com suas mulheres, mas sim como um livro de amor.
  Eu convido e incentivo todos a sentarem nessa casa de chá em Cabul e apreciarem a paisagem, a dor e cultura local de um jeito mágico e realista. Esse livro entrou pra minha lista de melhores da vida. Parabéns a autora Deborah Rodriguez por sua obra fantástica e claro a Editora Leya que com sua equipe nos disponibilizaram um livro lindo de ver e ler!


Raíssa Carvalho

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Resultado - Promoção Dia dos Namorados Relax


A grande sortuda do nosso prêmio é a Milena Soares!!!! Parabéns Milena, já foi enviado um email e estamos no aguardo do seu endereço para envio do livro gata!


Feliz em poder dar esse resultado amores! Sei que a sortuda vai se amarrar em colorir o livro ganhado!!!


Regras básicas: 


1. Ter endereço de entrega no Brasil; 
2. Promoção começa em 5 de Maio e será finalizada em 13 de junho;
3. Todas as entradas obrigatórias serão conferidas ao término da promoção; Caso o vencedor(a) não tenha cumprido uma será desclassificado;
4. O vencedor terá 48 horas para retornar o contato que será feito através do e-mail pelo blog Boteco da leitura, caso contrário o kit será sorteado novamente; 
5. O blog terá até 45 dias para enviar o prêmio e não será responsabilizado por eventuais extravios, roubos ou perdas da transportadora; 
6. Atenção ao fornecer seus dados, pois caso o livro retorne ao remetente não será feito reenvio. 
7. Perfis fake ou usados apenas para promoções serão automaticamente desclassificados. 

terça-feira, 5 de maio de 2015

Promoção: Namorados Relax!


Olá meus amores! O Boteco da Leitura está chegando com mais uma novidade, a Promoção Namorados Relax! Estando por dentro de tudo que acontece no mundo livresco nós decidimos apostar na novidade do momento que são os livros de pintura!!! Isso mesmo, contamos que com o sorteio dessa  o ganhador(a) da promoção fique calminho ou calminha e com o coração nas nuvens!

Regras básicas: 


1. Ter endereço de entrega no Brasil; 
2. Promoção começa em 5 de Maio e será finalizada em 13 de junho;
3. Todas as entradas obrigatórias serão conferidas ao término da promoção; Caso o vencedor(a) não tenha cumprido uma será desclassificado;
4. O vencedor terá 48 horas para retornar o contato que será feito através do e-mail pelo blog Boteco da leitura, caso contrário o kit será sorteado novamente; 
5. O blog terá até 45 dias para enviar o prêmio e não será responsabilizado por eventuais extravios, roubos ou perdas da transportadora; 
6. Atenção ao fornecer seus dados, pois caso o livro retorne ao remetente não será feito reenvio. 
7. Perfis fake ou usados apenas para promoções serão automaticamente desclassificados. 

                                                                   Nosso Kit:

Participe >>>>>>>a Rafflecopter giveaway

Então é isso turma, siga as instruções e concorra a esse kit super fofo que preparamos pra vocês! Indique aos amigos, nós vamos amar!

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Toma lá da Cá no Boteco



Olá amores!!! Sabe o que temos nessa véspera de feriado? Um joguinho de perguntas e respostas entre as blogueiras do Boteco da Leitura. queremos que vocês nos conheça um pouco mais, além de deixar dicas que possam ajudar na escolha do livro pro feriadão! Vamos nessa?



De Alê para Raíssa


1. O que te fez despertar para a leitura? 

Meu pai e minha mãe sempre leram muito, e quando eu tinha uns 8 anos minha mãe pegou na biblioteca um livro chamado "Os colegas" e eu amei!

2. Hoje você é  mãe, qual a forma que vc utiliza ou vai utilizar para motivar seu filho a ler?
Estou lendo sempre, acho que o exemplo conta bastante. Além do fato de que ele tem vários livros que ficam à disposição pra ele brincar e lermos juntos!

3. Qual livro você indicaria para uma pessoa que não gosta de ler? Um que você tem certeza que irá prender esse leitor.
Nossa, são muitos. Mas agora pensei em "Memórias de uma gueixa".

4. Qual o livro que você deseja que vire filme, e por que? 
"O nome do vento", espero que isso seja pra logo e que seja digno da grandiosidade do livro.

5. Qual o livro que foi para as telinhas que você detestou? Conte-nos o que te levou a esse sentimento. 
A saga Crepúsculo. Eu adorei a saga nos livros, os filmes ficará péssimos, ficou longe das personalidades e Emoções tidas nos livros.

6. Se fosse para você viver uma história, qual seria sua escolha? 
Sem dúvidas que queria ser Hermione Granger! #HPForever

7. Qual personagem te deixa com borboletas no estômago de tão apaixonada? 
Nossa, tenho uma listinha, mas vou citar Christian Grey.

8. Se fosse para escrever um livro, qual seria o seu gênero? E porque? 
Fantasia!!! Meu gênero predileto.

9. Algum livro mudou você de alguma forma, te fez repensar na vida...  Qual seria esse ? 
Cruzando o caminho do Sol. Me fez acreditar no mal, aquele mal completo que existe em certas pessoas, e me fez acreditar que existem pessoas realmente boas e que sentem a dor do próximo.

10. Qual livro você não indicaria para ninguém?
Eu não gosto de desmerecer nenhum livro, porque acho que ofende o autor, tanto trabalho investido. Mas tem um livro que não conseguiu me prender... O Palhaço e sua filha, até hoje não terminei, tem mais de três anos com ele engasgado...


De Raíssa para Alê


1. Em qual nível você se enquadra: leitora compulsiva, leitora nas horas vagas, ou leitora esporádica?
Eu me considero uma leitora compulsiva,  meu vício pelos livros é  fora de controle, rsrsrsrsrsr. Mas,  atualmente, tô lendo apenas nas horas vagas.  Conciliar trabalho, casa, marido, estudos e livros tem sido uma aventura. 

2. Você lembra qual livro despertou seu amor pela leitura? Qual?
 Eu comecei com gibis da Mônica, mas o livro que fez começar foi Harry Potter e a câmara secreta. Lembro que foi o primeiro livro que ganhei e passei quase um ano para ler, mas ao final tive a sensação de vitória e desejo pelo próximo da saga.

3. Existem livros inacabados na sua estante? Cite dois.
 EXISTE...  Não queria revelar mas existem muitos, acredito que seja o meu momento, as vezes quero um suspense, outras um romance... Quando pego em momento errado acaba ficando de lado.  Dois: Os pilares da terra e O mundo de Sofia. 

4. Você segue alguma meta ou regra para eleger a leitura seguinte?
 Na verdade não,  eu tento seguir o meu momento.  As vezes eu entro na depre pós livro e procuro outro com gênero inverso.  Mas a regra eu não tenho, não consigo me sentir obrigada, gosto de pegar, olhar, folhear e enfim dizer: É  esse!

5. Qual o primeiro livro que você pensa quando te perguntam: qual sua leitura preferida?
Tenho muitos queridos na minha humilde biblioteca, mas posso dizer quer um livro que me pegou de jeito foi na verdade a trilogia de cinquenta tons...  Ô Christian Grey bom de ler...  Rsrsrsrsrsr.

6. Teve algum livro que te deixou muito decepcionada? Qual?
SIM,  A menina que não sabia ler!  Achei o cúmulo do absurdo aquele livro.  Desculpe aos que gostaram, mas, gosto é  gosto.  Achei bem legal no início, já estava me apaixonando até...  O autor estragar e mudar toda história em poucos capítulos.  Odiei!

7. Com relação as adaptações cinematográficas, qual a que mais te agradou e qual a que você mais detestou?
 Não gostei de cinquenta tons de cinza, eu esperava mais na adaptação, acho que pecou em alguns pontos, não o suficiente para ser detestável.  A melhor adaptação para mim foi de Harry Potter.

8. Qual seu personagem preferido e porque?
 Hoje, eu queria ser América, da trilogia seleção.. Adoro essa coisa de príncipe e princesa...  Fico vomitando arco-íris.  Acho super fofo... 

9. Você já teve alguma ressaca literária? Por qual livro?
 Simmm, quase sempre.  Principalmente por cinquenta tons.  Rsrsrsrsrsr

10. Você tem alguma preferência por algum autor em particular? Qual?
 Sou apaixonada pela Nora Robert.  Adoro os livros dela, com suspense, romance, uma pitada de humor.  São livros que satisfazem qualquer gênero.  Super indico. 


Então é isso meus queridos! Espero que vocês tenham gostado de nos conhecer um pouquinho mais, assim como gostamos de fazer esse Toma lá da cá pra vocês!!!

Beijo grande!!
Copyright © 2015 Boteco da Leitura